O espírito do Lions

O Lions é composto de pessoas comuns, mas são pessoas inclinadas a oferecer algo de si mesmas
CL Paulo Fernando Silvestre *
O Espírito do Lions é a verdadeira essência da organização. Ele é invisível, intangível e às vezes inexplicável, mas assim é o aspecto mais real do Lions. Ele tem o poder de transformar contatos casuais em amizades duradouras, a discórdia em harmonia e a rivalidade em compreensão. O Espírito do Lions nos une com laços de tolerância e fraternidade e traz nobreza aos atos diários com o objetivo de servir, que é o verdadeiro propósito de nosso sublime movimento.

O Lions não nos pede para sermos heróis nem para fazermos o impossível como prova de nosso desejo de servir.

Não. O Lions é composto de pessoas comuns, mas são pessoas inclinadas a oferecer algo de si mesmas. Dispensando um pouquinho de seu tempo, de sua boa vontade, de sua experiência ou de sua sabedoria, os Leões garantem que algo será feito para preencher quaisquer necessidades. E, nesse processo, o Espírito do Lions transforma esses pequenos atos de servir em nobres missões.

Procurando em meu arquivo de recortes encontrei uma estória, que adaptada ao assunto, serve para ilustrar o que é o Espírito do Lions.

Como todos nós sabemos em muitos Lions Clubes existem aqueles membros que estão sempre dando desculpas (muito ocupados ou algo parecido) e tentam esquivar-se de sua parte no Serviço Leonístico do clube.

Como um meio de "acender o espírito de servir nesses Leões de cadeira", um presidente de um clube criou uma comissão denominada "Comissão de Serviço Uma Vez por Ano".

Seus membros eram aqueles que constantemente evitavam envolver-se em projetos do clube e que fazendo parte desta comissão comprometiam-se a realizar apenas um único serviço em um Ano Leonístico.

Um dia, o Presidente do Clube chamou um desses membros e disse para ele:

- "Ferdinando, hoje é o dia de realizar o seu único serviço anual". Ferdinando respondeu imediatamente: - "Mas presidente, tem que ser hoje? Eu já estou tão ocupado!

O Espírito do Lions nos une com laços de tolerância e fraternidade e traz nobreza aos atos diários com o objetivo de servir, que é o verdadeiro propósito de nosso sublime movimento.

Então o presidente explicou: - "Nós realmente precisamos de sua ajuda. Nosso companheiro, Dr. Heróclito, está trabalhando em um subúrbio da cidade. Ele está cuidando de uma mulher muito pobre prestes a ter um bebê. Essa mulher vive completamente desamparada, tem um filho de cinco anos e não há ninguém para ficar com ele. O companheiro Heróclito me pediu para conseguir ajuda. Sua única tarefa esse ano, meu querido companheiro Ferdinando é ir agora mesmo pegar essa criança e tomar conta dela por algumas horas, somente até que tudo volte ao normal. Por favor, faça a sua parte".

O companheiro Ferdinando não teve alternativa. Entrou em seu carro e foi até o endereço que lhe foi dado. Mal havia chegado, o menino foi entregue aos seus cuidados e o companheiro Dr. Heróclito seguiu imediatamente rumo ao hospital.

Ferdinando, com o menino sentado a seu lado no banco de passageiros, ligou o carro e dirigiu-se à sua casa. Durante o percurso podia sentir os olhos do menino fixos nele. Finalmente a criança perguntou:

- "O senhor é Deus?"

Ferdinando perturbou-se e respondeu com um rosnado: "Não diga bobagem garoto, é claro que não!"

Passaram-se alguns minutos e o garoto, insatisfeito com a resposta de Ferdinando, perguntou de novo: "O senhor é Deus?". "Isto é ridículo! O que faz você pensar que eu sou Deus?".

E o garotinho olhou para ele inocentemente e disse: "Mamãe estava chorando, com muitas dores e disse que nesta situação, só Deus pode nos ajudar. Você veio e nos ajudou, então eu pensei que você devia ser Deus".

Essas palavras simples, saídas da boca do menino, calaram fundo no coração do companheiro Ferdinando e o fizeram perceber que, às vezes, realizar um pequeno serviço é o suficiente para nos sentirmos um pouco como Deus. Desde então, Ferdinando jamais recusou nenhuma das excelentes oportunidades que teve para servir e ser útil... e, como Leão, fazer algo para ajudar seu semelhante.

Servir traz felicidade. Servir conforta nossa alma e enriquece nossa percepção.

"Servir aos outros é o aluguel que pagamos para habitar a Terra".


CL Paulo Fernando Silvestre * CL Paulo Fernando Silvestre
Editor do site Instruções Leonísticas
Membro da Escola de Preparação de Líderes do Distrito LC-2
Assessor de Instruções Leonísticas do APLIONS
Associado do Lions de São Paulo - Ipiranga - DLC-2
E-mail: paulo@instrucoesleonisticas.jor.br
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".