Entre Aspas

Entre aspas

Os trechos abaixo foram compilados a partir de instruções leonísticas ou de artigos publicados neste site. Abaixo das aspas, existe o título do original e o nome de seu autor. Para ler a íntegra do texto, basta clicar sobre seu título.

Esta seção é atualizada mensalmente. Para ler as seleções de meses anteriores, basta clicar no mês, na relação à direita da tela.


"Embora consideremos a proposta de publicação de boletins pelos clubes como a mais interessante para a divulgação das atividades dos clubes, inclusive para as respectivas comunidades, aqueles que não dispuserem de condições para editar um boletim ou não contem com outro recurso de comunicação, poderão (ou deverão) mandar suas notícias para publicação no Boletim da Governadoria ou Revista THE LION, enviando-as, acompanhadas de fotos, para a Assessora Responsável do distrito"
(Como redigir um boletim leonístico - CL Afiune Jorge - LC-2)

"Existe um paradigma que diz que todo leão é um homem ocupado. E tem que ser mesmo, pois Lions não é lugar para desocupados. A experiência tem mostrado que, mesmo com seus afazeres, o leão sempre consegue tempo quando se tem em mente a obstinação pelo ideal de servir". (Proporcionalidade Leonística - CL Paulo Fernando Silvestre - LC-2)

"Como iniciar um processo para a construção de um Projeto e Captação de recursos, é importante salientar que alguns passos importantes devem ser dados pelo seu Lions Clube para o alcance do objetivo esperado.
Há varias fontes que uma organização social não governamental pode buscar recursos para a título de fundo perdido financiar projetos de interesse social, não encetando o receptor dos fundos de prestar contas do recurso recebido bem como sua correta aplicação nos objetivos propostos".
(Projeto e captação de recursos - CL Paulo Lamego - LB-2)

"E por outro lado, é necessário ter consciência de nossa verdadeira aptidão, centrar a nossa atividade Leonística e ai então o casal presidente saberá junto com os demais companheiros e domadoras, respeitar a individualidade de cada um, a qual, se baseada na verdadeira filosofia do leonismo, fará de nosso clube, uma verdadeira família, trabalhando de maneira uniforme para o serviço desinteressado e para a prática salutar do companheirismo".
(Respeitar - CL Antônio Douglas Zapolla - LC-6)

"Lions é um sistema de ação, baseado no convívio, capaz de, por si só, conferir à vida uma dimensão nova, abrindo às pessoas outros horizontes, canalizando-lhes a vontade para ações solidárias e planejadas, isto é, fora de si mesmo, ligando-se ao semelhante não pela prática da caridade, que é todavia nobre, mas pertence a outra camada do querer humano.
Exemplificando. Quando um companheiro doa uma ou duas cestas básicas com seus próprios recursos financeiros, isto é filantropia. Quando seu clube cria um projeto (foco) envolvendo outras entidades e doa 300 cestas básicas, isto é serviço".

(Lions não é uma entidade filantrópica - CL Paulo Fernando Silvestre - LC-2)

"Em Lions, serve-se de várias formas: no convívio com os companheiros, pelo respeito e solidariedade recíprocos, na manutenção dos laços garantidos pela presença e participação dos associados, no cumprimento dos objetivos leonísticos, na execução das práticas do protocolo estatuído, na execução de projetos de benemerência, pelos quais se promove e transforma a sociedade".
(Leonismo, prazer e servir - CaL Eunice Rodrigues Mello Junqueira - LC-2)

"No Lions, como em qualquer outro lugar, o líder é um condutor, a pessoa responsável por decidir as metas do grupo e dirigir as ações necessárias para a obtenção das mesmas. Um líder solicita, aconselha e persuade: mas ele (ou ela) não apenas diz o que deve ser feito, também participa da realização.
Um líder integra e une. Ele cria entusiasmo e toma parte nos riscos. Nos reveses, expressa preocupação e empatia. Nos sucessos, participa da alegria da vitória. O líder é também professor. Como membro do grupo, ele sabe como transformá-lo em uma equipe coesa e direcionada".
(Liderança em Lions - CL Paulo Fernando Silvestre - LC-2)

"Ora, se nos deslocamos de nossas cidades ou bairros e vamos visitar outros clubes em processo de companheirismo, deveria ser para nos socializarmos com os anfitriões, e não para nos socializarmos entre nós mesmos, o que já fazemos nas festivas mensais. Parece-me que o correto, salvo melhor juízo, seria que os clubes anfitriões tivessem o cuidado de se misturarem aos demais clubes, sentando, por exemplo, um casal do clube anfitrião em cada mesa de outros clubes. Assim, a cada festiva, conheceríamos melhor os associados dos clubes que nos recebem".
(Sendo um bom anfitrião - CaL Rosinha Menezes - LC-11)

"O associado mais antigo poderá não se apresentar voluntariamente para o trabalho, porém tem uma atormentada necessidade de ser solicitado para trabalhar.
Se tiverem em seus clubes associados mais antigos que podem proporcionar-lhes "quilometragem adicional", tornem felizes seus clubes e aqueles associados recolocando-os no trabalho. Explorem estas possibilidades".

(O poder no sócio antigo - CL Paulo Fernando Silvestre - LC-2)

"É verdade, que vivemos submetidos a uma sociedade individualista, portanto egoísta, onde o "EU" está deslocando o "NÓS", com seu correspondente prejuízo institucional. Isto vai de encontro, chegando e atingindo o Leonismo, que apesar de nosso sempiterno lema "Nós Servimos", infeliz e lamentavelmente, como não poderia ser de outra maneira, por estar nosso movimento imerso e envolvido no vai-vem cotidiano do mundo atual".
("Eu" ou "Nós" - CL PDG Ernesto Martin Barmann - LD-1)

"No nosso Movimento, mais que a companheira do homem, a mulher é a combatente sensível pela causa da humanidade, contra a injustiça, o preconceito e a exclusão social. E, procurando integrar a juventude a essa caminhada, através dos LEOs e Castores, o Movimento Leonístico procura transmitir, às novas gerações, um sentido de missão e de compromisso, firmemente ancorado em valores sólidos, em contraponto à ilusão das drogas e aos apelos da selvageria".
(Lions, um universo sem fronteiras - EGD Antônio Carlos Tozzi Henriques - LC-4)

Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".