Juventude e Lions

Trazer os jovens para o Movimento Leonístico significa garantir a sua continuidade e a sua dinâmica
CL Paulo Fernando Silvestre *
Se formos ao dicionário encontraremos o seguinte significado da palavra juventude: mocidade, adolescência, idade juvenil.

De fato, esta tradução exprime o extrato etário correspondente à palavra. Mas na verdade, juventude apresenta algo muito mais grandioso, algo muito mais profundo do que uma mera delimitação de idade.

Juventude significa vida, criação, disposição, vontade, fé, alegria e esperança. Juventude não restringe idade, mas sim mentalidade.

E é sob a égide da formação de uma mentalidade leonística, fundamentada no ideal de servir, no companheirismo e na conduta individual que o Lions Clube desenvolve as suas atividades pró-juventude que objetivam assegurar o bem estar físico, mental e moral dos jovens, cooperando para que se tornem bons cidadãos.

Trazer os jovens para o Movimento Leonístico significa garantir a sua continuidade e a sua dinâmica. Valorizar o jovem e criar condições para a sua participação efetiva no universo leonístico é, portanto, um objetivo permanente.

O Leo Clube e o Clube de Castores são organizações patrocinadas pelo Lions Clube, que almejam basicamente, representar um espaço para a prestação de serviços e o desenvolvimento da compreensão internacional pelos jovens.

Os clubes têm a obrigação moral de preparar a juventude para vir a constituir bons cidadãos, produtivos na comunidade em que vivem. Isto significa deixar a juventude decidir por si mesma, a tomar responsabilidade e requerer criatividade por parte dos Lions Clubes que devem procurar acompanhar as mudanças nas tendências dos jovens.

Como fazer para o jovem descobrir suas potencialidades?

O jovem deve identificar-se com os propósitos e objetivos do Lions Clube, uma organização dedicada ao servir, canalizando sua energia para efetivos serviços e projetos factíveis, que venham melhorar a qualidade de vida de sua comunidade.

Poucos acreditam na sensibilidade e capacidade de reflexão da juventude. Todavia, ela, a juventude, resiste ao ceticismo e manifesta-se livre e coerentemente, equacionando com inteligência e praticidade os problemas, emocionando-se com eles mesmos quando, aparentemente, estes já não emocionam a mais ninguém.

Muitas vezes as emoções aparecem nos jovens em situações exatamente inversas, relacionando-se mais com dor e sofrimento, principalmente quando estes denunciam as questões sociais emergentes, como pobreza, carências afetivas, desamparo, mendicância, fome e subdesenvolvimento. Estas situações sociais fazem aflorar no jovem a emoção fraterna e a sensibilidade solidária.

O jovem é dotado de uma fraternidade inviolável. Sua confiança, outorgada pela energia em querer fazer e a consistência construída pela vitalidade de poder fazer, faz a sua força.

Hoje os jovens apresentam-se mais conscientes e indagadores. Isto decorre da maior facilidade de acesso às informações. Os dias atuais transformaram o jovem num ser aglutinador, capaz de formar grupos para discutir problemas e buscar soluções.

É neste exato momento que entram o Leo Clube e Clube de Castores que buscam com sangue novo oxigenar suas comunidades, direcionando a energia dos jovens, transformando belos sonhos em agradáveis realidades, fazendo o jovem sentir a recompensa de ser útil, responsável, e de encontrar muitos e verdadeiros amigos.

O jovem do Movimento Leonístico não quer e não aceita apenas se sensibilizar, ele participa. Ele evolui espiritualmente, cresce moralmente, progride profissionalmente, lutando pelo seu próximo, pois ele sabe que há um tempo determinado para todo propósito debaixo do céu. Há tempo de chegar e há tempo de partir; tempo de pedir e tempo de agradecer.

Hoje, nós adultos e leões, chegamos à idade da razão e estamos nos preparando para partir, porém ainda há um tempo determinado debaixo deste céu azul, para pedir a Deus que nos dê força e inspiração para a formação de um clube de jovens em nosso Lions Clube, pois assim juntamente com eles estaremos construindo um Brasil mais forte, mais igualitário, mais digno e mais respeitado por todos.


CL Paulo Fernando Silvestre * CL Paulo Fernando Silvestre
Editor do site Instruções Leonísticas
Membro da Escola de Preparação de Líderes do Distrito LC-2
Assessor de Instruções Leonísticas do APLIONS
Associado do Lions de São Paulo - Ipiranga - DLC-2
E-mail: paulo@instrucoesleonisticas.jor.br
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".