O merecido valor do Lions

CL Paulo Fernando Silvestre *
Após 12 anos de estar integrado em Lions de forma intensa, pleno de idealismo e de entusiasmo, muitas vezes eu paro para refletir e pergunto a mim mesmo:

Valeu a pena? Será que foi válido todo o meu trabalho despendido? Será que se tornaram úteis as horas que dediquei ao Lions, deixando de lado momentos de lazer, oportunidade de ganhar um pouco mais de dinheiro, ou mesmo perdendo o delicioso convívio familiar?

Após meditar seriamente, sempre concluo que sim. Apesar de tanto que ofereci a Lions, creio que recebi muito mais! Lions enriqueceu a minha vida com excelentes amigos; deu-me ótimas oportunidades de servir e de retribuir tantas coisas boas que recebi de Deus.

Nós não podemos esquecer a Parábola dos Talentos: "Quanto mais nos for dado, mais nos será cobrado". E nós, homens livres, com o ideal de servir e líderes, temos muito a retribuir à nossa sociedade.

Temos "liderança" como uma das condições mais essenciais para sermos leões. Liderança em Lions não é o poder de mandar, mas sim a capacidade de comandar.

Assim, a nossa liderança é um resultado direto da nossa capacidade, da nossa correta maneira de atuar e, sobretudo, da nossa forma de motivar, sem impor as nossas idéias pela força ou pelo poder.

Por isso eu me sinto imensamente feliz e altamente recompensado por pertencer ao Lions. Uma organização exclusivamente voltada para as mais nobres causas, mas que oferece a cada um de nós enormes possibilidades de aperfeiçoamento e, de um desenvolvimento pessoal que nos torna melhores homens sob todos os pontos de vista e se formos melhores, seremos mais felizes, dando mais sentido e mais beleza as nossas vidas.

Será que já paramos para pensar quanta coisa o Lions nos dá em troca de nossa dedicação e de nosso trabalho? Será que sabemos valorizar devidamente a nossa condição de Leões?

Nós leões, somos homens "abençoados". De fato, estamos em Lions porque fomos reconhecidos como líderes em nossa comunidade. Fomos admitidos em Lions porque nos julgaram bons cidadãos. Porque analisaram o nosso comportamento como chefes de família, como pais e mesmo como amigos. Sentiram que tínhamos liderança, boa vontade e disponibilidade para servir com altruísmo.

Se os membros de um clube de Lions assim nos julgaram e nos receberam de braços abertos é porque realmente somos homens "abençoados". Será que cada um de nós têm correspondido, na medida de suas possibilidades, a essa bênção? Sem vaidades, que nada dignificam, mas com espírito puro, será que nos sentimos orgulhosos de sermos leões? Será que usamos o nosso distintivo leonístico afirmando o nosso compromisso de servir através do Lions?

Meus companheiros, nós precisamos dar maior relevo e maior valor à nossa condição de Leão. Precisamos retribuir aquela confiança que nos foi dada um dia, quando colocaram em nossa lapela o distintivo de Lions, que distingue , reconhece e enaltece os homens de bem.

Eu costumo dizer que nós só temos uma chance de dizer não em Lions. É quando nos convidam para ingressar em Lions; nessa ocasião podemos dizer não! Depois disso, as nossas chances terminam; como Leões, nós jamais podemos dizer não quando existir uma oportunidade de servir. Podemos dizer: Vou tentar. Farei o possível. Vou me esforçar para arranjar tempo. Nós devemos fazer do nosso trabalho leonístico uma fonte perene de felicidade. É muito mais feliz aquele que serve do que aquele que é servido.

Quando analisamos as enormes possibilidades que Lions nos oferece para servir, ficamos realmente extasiados com a beleza e a grandeza no nosso movimento. Seja qual for a nossa tendência ou a nossa preferência, Lions sempre permite que o serviço ilumine o nosso caminho.

Lions trabalha em favor da criança, do jovem, da família e do idoso. Lions procura desenvolver as comunidades mais carentes. Lions prega e enaltece os mais elevados padrões de ética e de moral. Lions trabalha em favor do melhor entendimento entre os povos e pela paz mundial. Lions favorece a boa amizade, a tolerância e a compreensão . Enfim, Lions procura fazer este mundo melhor, mais justo e mais feliz. Por tudo isso, devemos valorizar o Lions e ter imensa fé na validade do seu objetivo, pois o Lions é a maior ONG de voluntários do mundo.

E Lions só existirá se você, eu, todos nós, plenos de entusiasmo, pudermos dizer com toda a convicção:

SIM, AQUI ESTAMOS PRONTOS PARA SERVIR!


CL Paulo Fernando Silvestre * CL Paulo Fernando Silvestre
Editor do site Instruções Leonísticas
Membro da Escola de Preparação de Líderes do Distrito LC-2
Assessor de Instruções Leonísticas do APLIONS
Associado do Lions de São Paulo - Ipiranga - DLC-2
E-mail: paulo@instrucoesleonisticas.jor.br
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".