Planejamento estratégico

CL Luiz Carlos de Oliveira *
Há muito venho me perguntando sobre o que estaria acontecendo dentro do Leonismo que não se tem conseguido evitar as sucessivas perdas de associados.

Quando converso com companheiros geralmente ouço reclamos e uma certa desilusão com o movimento. Não é bem aquilo que se propaga e que aparenta ser, dizem alguns...

Será que o problema está nos clubes que não tem se posicionado adequadamente diante dos reais problemas da sociedade?

Será que a soma dos inúmeros desafios, que nos dias de hoje são colocados aos cidadãos a cada hora, não estaria corroendo o entusiasmo em servir o próximo por intermédio do Leonismo? .

Será que os tempos são outros e o Leonismo não exerce mais tanto atrativo como no passado?

Será que o descontentamento é um problema de uma região? E assim por diante...

Cá com meus botões, eu acredito que parte do problema está na maneira de como os clubes têm se conduzido e, com certeza, isso é reflexo das dificuldades de se sobreviver que a classe média tem enfrentado, tais como queda no poder aquisitivo; insegurança, aspectos morais etc.

Não preciso ir muito longe para sentir isso, basta conversar com meu filho de 35 anos. Ele não se imagina fazendo parte do Leonismo por quase tudo isso que acabo de escrever e eu tenho certeza que lhe dei bons exemplos.

E quanto ao clube a qual pertenço? Ele é ativo, realiza inúmeras atividades na comunidade, se posta muito bem quanto ao protocolo, divulga, está bem financeiramente, mas não se renovou. Tentamos mas não conseguimos...

Parece-me que o problema não está somente dentro dos clubes.

A meu ver a organização Lions também precisa rever certos conceitos.

É pensando neste ponto que foi elaborado o trabalho que está sendo anexado em dois arquivos.

Ele parte do princípio que, além da mudança de atitudes dentro dos clubes, como tem sido muito bem colocada por inúmeros companheiros e com o que concordo plenamente, também é necessário se mudar uma das formas de se gerenciar os Distritos.

Seu escopo baseia-se na criação de um organismo, a nível de DML, com atribuições de estabelecer metas para os Distritos (determinando-se o quê e quanto se quer chegar ao final de cada Ano Leonístico), com base nos objetivos da organização e observando-se as peculiaridades regionais, que seriam colocados aos seus dirigentes máximos.

Uma avaliação ao final seria feita e prêmios seriam distribuídos a quem os merecessem.

De forma natural e paulatina este processo se desencadearia pela pirâmide organizacional, chegando até os clubes, célula mater do Leonismo.

Por estar atrelado a desafios cujos resultados seriam avaliados, visualiza-se que ele poderia dar maior objetividade nas ações, em todos os níveis hierárquicos, e que muito contribuiria para evitar dispersão de foco e criaria ambiente propício para o aumento de satisfação dos associados e conseqüente encorajamento para se crescer ou manter o quadro.

Quando, numa organização da magnitude que todos conhecemos, se fala em mudança que envolve forma de gerenciamento, certamente estamos diante de um grande desafio e de uma luta gigantesca.

É preciso que as bases e, principalmente, a cúpula de dirigentes, caso considere uma hipótese válida e procedente, passe a digerir bem o que se quer fazer, estudando atentamente, para fortalecer a idéia e levá-la adiante.

Apreciaria que o presente material fosse examinado à luz da oportunidade de mudar o curso dos acontecimentos, que pode estar diante de nós...

A participação de cada companheiro é importante, qualquer que seja.

SAWABONA...(eu te respeito, eu te valorizo, tu és importante para mim)

Leia também:
Conselho de Planejamento Estratégico (CPE)
Conselho de Governadores do Distrito Múltiplo L


CL Luiz Carlos de Oliveira * CL Luiz Carlos de Oliveira
Assessor de Comunicação do Aplionsclubes
Lions Clube de Piracicaba Vila Rezende - LC-3
E-mail: oliveira.luizcarlosde@gmail.com
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".