Respeito ao compromisso assumido

CL Fernando Barcelos Silva *
Não muito raro, escutamos críticas de companheiros contrárias ao pagamento de taxas ao Lions Clube Internacional. "É um absurdo termos que ficar enviando dinheiro para Lions Internacional", dizem eles. Infelizmente, são companheiros que desconhecem os reais objetivos de nossa entidade máxima e os fatores que regem a necessidade de tais pagamentos. Há um ditado que vale para inúmeros fatos que ocorrem ao nosso redor, no nosso dia-a-dia, que diz que "a educação vem do berço" e é a mais pura das verdades porque, se a partir do emplacamento de um novo associado, o acompanharmos e o orientarmos devidamente para as nossas atividades, ele se desenvolverá dentro do clube e não terá dúvidas sobre as suas obrigações perante a Associação. Porém, infelizmente, muitos clubes contam, em seu quadro de associados com companheiros novos ou antigos, que nunca tiveram uma orientação adequada ou, se a tiveram, não alcançaram um bom nível de conhecimento ou não manifestaram interesse pelo assunto.

Por outro lado, a ansiedade de muitos clubes em aumentar o seu quadro de associados, muitas vezes na tentativa de acatar orientação de seu distrito ou Lions Internacional nesse sentido, os levam a um recrutamento indiscriminado sem as devidas considerações preliminares, seguidas das orientações básicas sobre o funcionamento de um clube de Lions e as obrigações e benefícios recíprocos, de clube para associado e de associado para clube. Assim procedendo, os clubes acabam admitindo associados sem conhecimentos essenciais, principalmente, acerca do pagamento da taxa de admissão seguida pela taxa semestral per cápita, cobrada por Lions Internacional, a mensalidade do clube, bem como, os valores a ela incorporados.

Todos os clubes têm à sua disposição um vasto material informativo sobre o movimento leonístico, seja nas nominatas, boletins informativos, revistas e, enfim, na internet. Portanto, não há de ser por falta de fontes informativas que um clube deixe de orientar seus associados e uma das melhores formas de colocar isso em prática é através de instruções leonísticas específicas.

Sabemos, é claro, que o lado financeiro é um grande tormento para uma significativa maioria de clubes de Lions, porém, os membros desses clubes precisam ser devidamente informados sobre os reais motivos que regem o pagamento de taxas, quer seja ao Clube, ao Distrito ou a Lions Internacional para concluírem sobre a sua necessidade. Precisam saber que tais pagamentos são necessários para que a entidade que os recebe possa honrar seus compromissos administrativos. Mas, em contrapartida, precisam também saber que a Associação, através de seu braço de serviços humanitários, a Fundação Internacional de Lions Clubes (LCIF), distribui com regularidade, milhares de dólares para o mundo inteiro através de solicitações dos clubes e distritos, a título de doações diversas para ajuda em catástrofes, construir e/ou equipar hospitais, postos de saúde, escolas, abrigos e campanhas de saúde no tratamento da visão, surdez e muito mais.

Além do mais, cabe ainda ressaltar que o dinheiro da LCIF provem de doações feitas por clubes, leões e empresas do mundo inteiro, sendo que a principal delas é a de Companheiro de Melvin Jones e não das taxas pagas a Lions Clube Internacional.

Para se ter uma idéia da importância da LCIF, no período de julho de 1999 a julho de 2005, aquela Fundação disponibilizou para o Brasil mais de cinco milhões de dólares em ajudas diversas e, em contra partida, no mesmo período, recebeu do Brasil, uma quantia inferior a dois milhões de dólares, em contribuições.

Enfim, é necessário que os clubes se conscientizem sobre o assunto e orientem devidamente seus associados, pois, quando alguns deles deixam de contribuir para o pagamento das taxas, tal fato onera o clube que é o fiador legal dos mesmos perante o Distrito e a Associação Internacional, que ignoram se um ou mais associados de um clube estão em débito. As taxas, distritais e internacionais, são cobradas de acordo com a quantidade de associados do clube e, precisam ser pagas.

A partir do momento em que um cidadão é admitido como associados de um clube de Lions, ele está se comprometendo a cumprir rigorosamente o código de ética e os estatutos de Lions Clubes Internacional. É, portanto, necessário que o respeito àquele compromisso, seja assumido.


CL Fernando Barcelos Silva * CL Fernando Barcelos Silva
Lions Clube João Monlevade - Sobral - Distrito LC-12
E-mail: fernandokrupp@yahoo.com.br
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".