Orientações ao novo associado

CL Fernando Barcelos Silva *
Cabe ao padrinho, ou seja, aquele que convida uma pessoa para ingressar como associado em seu clube de Lions, a responsabilidade inicial de instruí-la devidamente sobre o funcionamento básico da entidade e, principalmente, porque e para que ela existe.

Não muito raro, nos defrontamos com pessoas que nada sabem ou sabem muito pouco sobre o Movimento Leonístico, e o pouco que sabem não condiz com a realidade. Muitas dessas pessoas, quando convidadas a ingressarem no Lions chegam a imaginá-lo como um clube de lazer ou, simplesmente, como uma entidade filantrópica. Errado! O Lions não é nada disso.

O lazer, se é que assim podemos dizer proporcionado por um clube de Lions, se constitui, basicamente, em reuniões de confraternização, na sede, casas de companheiros, restaurantes, etc. Quanto à filantropia, podemos sim, exercê-la, e o fazemos, de fato, com certa regularidade, principalmente, individualmente. Porém, é muito importante que fique claro, que tal procedimento não se constitui na atribuição principal de um clube de Lions.

Os Lions Clubes são designados clubes de serviço e como tal, existem para atenderem os anseios e necessidades das comunidades em que atuam, seguindo à risca os objetivos definidos pela Associação Internacional, desde a sua fundação, dentre os quais, o terceiro, que deixa bem clara a finalidade da entidade, que é: "Interessar-se ativamente, pelo bem estar cívico, cultural, social e moral da comunidade".

O novo associado ou candidato a tal, quando recebe o convite para ingressar no Lions, precisa saber que, antes de ser aceito, ele e/ou ela, tiveram seu nome e suas atividades na comunidade discutidos e julgados pelos membros do clube e, se foi aprovado, é porque preencheu todos os requisitos básicos da Doutrina Leonística.

O novo associado (a) precisa saber, acima de tudo, que como companheiro (a) Leão, terá que cumprir com certas obrigações básicas, assumindo o compromisso de participar das reuniões e atividades de seu clube. Além disso, a partir do momento em que ingressou no Lions, deverá estar ciente que se tornou potencialmente capaz de preencher os requisitos básicos para participar das comissões e diretoria do clube.

Outra obrigação assumida é a de que terá que pagar uma mensalidade ao clube. Sim, apesar de estar ingressando em uma entidade para trabalhar como voluntário (a) é preciso pagar. Um clube de Lions, assim como outras entidades, precisa cumprir algumas obrigações financeiras, necessárias à sua sobrevivência. São despesas administrativas, tais como gastos com manutenção de sua sede, pagamento de taxas obrigatórias ao seu Distrito e à Associação Internacional. São essas despesas que formam a mensalidade devida por cada associado.

Não faz parte dos objetivos desta instrução leonística detalhar os porquês das taxas distritais e internacionais, mas é muito importante que fique bem claro que as mesmas são tão necessárias e essenciais para o funcionamento daqueles setores quanto a mensalidade o é para o funcionamento e sobrevivência do clube. Assim, como tais despesas são significativas, cada associado precisa estar em dia com a sua mensalidade, pois não o fazendo, onera o clube, que precisa daquele recurso para, também, estar em dia com suas obrigações financeiras.

Enfim, supõe-se que o padrinho do novo associado o tenha informado devidamente e que, deva conhecê-lo bem, saber de sua personalidade, para que não se coloque no movimento leonístico, uma pessoa com carência humanitária, falta de sentimentos nobres, dotado de egoísmo e inveja, que venham contribuir com animosidades no seio do clube. Um dos itens do nosso código de ética é bastante claro, nesse sentido: "Praticar a amizade como um fim e não como um meio; ser comedido na crítica e generoso no elogio; construir e não destruir".


CL Fernando Barcelos Silva * CL Fernando Barcelos Silva
Lions Clube João Monlevade - Sobral - Distrito LC-12
E-mail: fernandokrupp@yahoo.com.br
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".