Aprendendo a palestrar

PDG CL Ernesto Martin Barmann *
O momento de apresentar uma Palestra ou Instrução Leonística, é o momento da "verdade verdadeira".

Inicia-se o discurso, fazendo-o interessante, não maçante nem cansativo e adaptado o mais efetiva e radicalmente possível à audiência.

Deve-se iniciar a exposição ou apresentação, falando num volume adequado, com uma vocalização clara e num tom agradável, devendo se desenvolver com naturalidade é acreditando no que fala ou expressa.

O primeiro erro que geralmente é cometido é a demonstração de arrogância e soberba é a de costumeiramente dizer: "não falarei com o microfone, pois tenho uma voz 'potente' e não preciso dele", "Os aí do fundo, estão escutando ou me ouvindo?"

Em segundo lugar, demonstra-se um verdadeiro desrespeito para os organizadores do evento, que providenciaram a instalação do equipamento de som, geralmente com alto custo e com a maior boa vontade. Se não quiser, realmente necessitar ou não souber usar o microfone, nada ou pouco custa desligar o "interruptor" que existe nele ou se combina o desligamento com o técnico de som.

Ao fazer a introdução ou abertura do temário, como em muitos âmbitos da vida, devemos ser um pouco psicólogos ou pedagogos e ver como reagem os presentes, para assim alterar ou modificar dentro da possibilidade, outro tom, ritmo ou cadência à nossa exposição para manter ou conseguir a atenção dos citados presentes.

O pior que se pode fazer e, se torna totalmente desaconselhável, é acelerar ou correr em demasia, atropelando as palavras ou frases para terminar antes. Não é aconselhável fazer isso, melhor é simplesmente suspender ou eliminar trechos que não prejudicarão a integração ou a intenção do que se quer expressar.

Para manter a atenção do público, o melhor e fazer pausas breves, utilizar anedotas ou relatar curiosidades mais, sob hipótese alguma usar a primeira pessoa do singular, ou seja, "eu", colocando-se numa situação marcante, tornando-se assim, mais uma vez numa posição egocêntrica.

O que devemos sempre descartar são as frases feitas e os tópicos conhecidos usualmente usados por outros, temos que tentar e devemos ser originais.

Segundo os expertos e especialistas no assunto, sempre é melhor utilizar uma linguagem direta do que a indireta e, uma voz ativa melhor do que uma passiva, aquela melosa, supostamente melodiosa e quase inaudível.

Dentro do possível, devemos evitar estatísticas e a utilização de dados numéricos, pois, a coisa mais chata, é repassar números que são ouvidos mais nunca registrados , lembrem que poucos têm ou possuem memória fotográfica.

Sempre se deve olhar para o auditório e jamais no chão ou aos lados e, muito menos para a parte de trás, como seria no caso especifico da mesa principal de trabalhos constituída nos Eventos Leonísticos mesmo que estejam ali os Dirigentes, nesse caso se deverá deslocar lateralmente até poder visualizá-los condizentemente.

Uma coisa importante é que devemos ser corretos com os ouvintes e pedir perdão ou desculpas de imediato, se nos equivocamos ou cometemos algum erro, e realizamos a emenda se soubermos ou em seu defeito, confessamos não saber, isso não é vergonhoso e sim demonstra honestidade, altruísmo e correção.

Um sorriso inspira confiança e oferece um aspecto mais atrativo, sempre que seja feito em forma digna e de coração. Devem-se evitar risadas forçadas, estudadas e de modalidades pouco naturais. Nunca se deve rir com gargalhadas ou fazer piadinha, sob o que esta sendo dito é sobre um tema que tem valor ou mérito serio. Nunca jamais devemos confundir a cordialidade com a falta de seriedade.

Muito bem, chegou a hora e os nervos estão a flor da pele. Iniciar a palestra ou discurso. Aplicação do tom voz e ritmo adequado e previsto.

O preparo prévio, a que tínhamos feito referência com anterioridade, é fundamental, para perder os nervos que nos acometem. Quando a gente tem domínio sobre o tema e se está preparado, a segurança nos faz seguramente, ficar menos nervosos ou tranqüilos. Eventualmente, se antes da nossa palestra, ficamos conversando com pessoas sobre outras coisas, isso nos ajudará a manter a mente ocupada, deixando-nos mais tranqüilos.

Se ainda assim, entramos no palco nervoso ou tenso, tente não fazer-se notar com cacoetes ou gestos, como esfregar o nariz, o pior de todos, por as mão no bolso e ficar esfregando, dar batidinha no microfone, dar soprinho nele ou dizer, alô, alô!

Como um bom ator, deverá dissimular o nervosismo, não transmitindo esta sensação aos ouvintes presentes, os que na tensão da espera, costumeiramente estão muito receptivos.

Chegado o momento, fale como se estivesse sozinho no escritório ou em casa, escrevendo a matéria que apresentará, fale com naturalidade.

Nunca comece com falsa modéstia, colocando em duvida do motivo ou razão pela qual foi convidado, coisas desse tipo ou, falando sobre as suas peculiaridades ou currículo Leonístico ou Profissional, alongando o que não foi mencionado pelo apresentador.

Fixe a atenção e o olhar no público presente e comece em voz potente, explanando o tema de que tratará a continuação. Esta primeira impressão é importante para iniciar, já que dela dependerá o êxito posterior da apresentação a seguir.

Escolha um tom de voz adequado e, um ritmo ligeiro, mas não um corre-corre, assim não se tornará monótono.

Procure manter a atenção constante e fixa no seu público, empregando todas as armas com que conta e tem a seu alcance, como anedotas, curiosidades, acontecimentos, etc., mais não esqueça, não saia do tema.

Preste atenção, quando os presentes, iniciam a se movimentar ou fazer conversas paralelas com o vizinho, é um sinal "patético" de que estão perdendo o interesse, tornou-se cansativo ou perdeu o controle do tema.

A preparação correta do tema sem lero-lero dará maior força e credibilidade à mesma, portanto, é recomendável a preparação e o ensaio para não se tornar repetitivo.

O ensaio, que pode ser na frente de um espelho, o que nos ajudará a "polir" nossos possíveis defeitos de gestos, movimentos das mãos ou do corpo. Não se deve pretender ser perfeito e sabedor de tudo e, muito menos ter vergonha de praticar.

Se, foi convidado para falar ou explanar sob temas que não domina, peça orientação ou conselho a profissionais, expertos ou entendidos na matéria, assim como também buscar literatura sobre o ramo.

Se lhe toca falar sobre temas, que tenha pessoas ou trajetórias poderá lançar mão de uma tradução histórica previa que ponham os ouvintes ao tanto do que escutarão a seguir, logicamente não se poderá falar, no tempo presente e sim relatando os méritos que outrora lhe levaram a atingir a atualidade ou o renome nos dias atuais.

Se a apresentação do temário não for curta, poderá ser utilizado o recurso de elevar o tom ou a potencia da voz, modulando para mais ou para menos, incluindo anedotas e situações especiais logicamente que tenham ligação estreita e intimamente com o assunto para que, desperte o interesse do público presente e, torne mais amena à apresentação, ou tire ou elimine a motivação de "cochilo" ou pálpebras pesadas.

Se não quiser ler em forma literal ou de ponta a ponta a apresentação, deve ter ao menos, um esquema de orientação escrito da mesma, em forma esquemática, que, lhe vã guiando e lhe sirva de referência e orientação em caso de esquecimento, ou qualquer outro possível contratempo.

Os "pontos" fundamentais para apresentar uma palestra ou instrução são:

  1. Determinar o objetivo do assunto de que tratará.
  2. Delineamento inicial, que será feito em função de certas variáveis, como por exemplo, o tipo, capacidade de treinamento e conhecimento de mais ou menos adiantado dos Companheiros Leões ouvintes ou presentes. Matéria ou assunto a ser tratado seqüencialmente de acordo com o objetivo determinado anteriormente, e outro tema por versar.
  3. Temário da intervenção, esquematicamente os pontos a que se referirá de acordo com o objetivo e o traçado do assunto da matéria em toda a sua extensão.
  4. Encerramento final ou conclusão.
Da mesma forma ou maneira em que uma empresa especializada em criatividade de marketing ou de propaganda, faça um rascunho com tudo o anteriormente exposto e, vã dando forma pouco a pouco, realizando as correções, emendas ou eliminações, ate chegar a um texto definitivo, ao que pretenda, ache de acordo, ou seja, do seu gosto.

Se, desconhece o local em que se realizará o evento, desloque-se até lá, a fim de observar se o lugar for plano, tiver estrado ou cenário para assim, ter um idéia do posicionamento seu em relação com o público e outros detalhes que lhe permitirão observar o deslocamento ou movimento que lhe permitirá.

Exija e oriente com bastante antecedência os técnicos de que fará uso ou necessitará para a boa apresentação do seu trabalho como ser, o sistema de som, audiovisuais, informática, projetores de data show, painéis ou telas de projeção, etc.

Isto é uma orientação em forma sintetizada do que fazer para se apresentar de uma maneira correta e efetiva.

Boa Sorte no seu uso e aplicação!


PDG CL Ernesto Martin Barmann * PDG CL Ernesto Martin Barmann
Lions Clube Curitiba Gralha Azul - Presidente
Presidente do CIRCLE LP
Sócio Fundador do LISC - Lions International Stamp Club do Brasil
E-mail: barmann@terra.com.br
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".