A importância da freqüência

CL Armando Benetollo *
Há quatro anos tive oportunidade de fazer uma Instrução de Leonismo abordando o assunto freqüência.

Disse então que na Literatura Leonística há vários trabalhos sobre este assunto. Entretanto, aqui desejo relatar fruto da minha lembrança de alguns desses trabalhos e da minha visão a respeito.

Por isso, certamente algumas das afirmações que ora faço vocês já leram ou poderão encontrar numa dessas leituras.

Freqüentar reuniões e atividades do Lions Clube é uma obrigação estatutária. Além disso, todos nós, quando tomamos posse como associados, assumimos o compromisso de respeitar os Estatutos, o Código de Ética do Leão e a cumprir os Objetivos dos Lions Clubes e as normas da Diretoria Internacional e do próprio Clube.

A freqüência é uma das colunas mestras, se não a principal, de sustentação do Movimento Leonístico, pois é a convivência, decorrente da freqüência, do constante relacionamento, que gera a amizade desinteressada e sincera entre os Leões. Esse ato de freqüentar fortalece o companheirismo e produz condições para as atividades leonísticas.

A regular freqüência dos associados é que capacita o clube para vencer as dificuldades, para produzir atividades e para crescer no conceito da comunidade onde atua. Por outro lado, a freqüência dos associados contribui para transformar o clube num grupo atrativo, com potencial para conquista de novos associados.

Os associados ausentes das reuniões e atividades não participam das decisões e da atuação do clube, mantém-se distantes dos Objetivos Leonísticos e vão dificultando o entrosamento com os demais do quadro social. Esse distanciamento, decorrente de ausências consecutivas, diminui a capacidade de produção do grupo e gera desinteresse do associado pelo Clube.

A participação freqüente do associado é o primeiro passo para fomentar e manter o companheirismo, permitindo a construção e a manutenção de um clube forte e operoso, atuando num ambiente solidário e agradável, por força da união gerada nas assíduas presenças. O Leão participante das reuniões e atividades está sempre disposto à prestação de serviço, porque está integrado ao grupo.

Os argumentos mais comuns usados pelos associados para justificar ausências em reuniões e/ou atividades são outros compromissos, muitas vezes assumidos sem nenhuma relutância quanto ao dia e hora, como se não houvesse qualquer outro encargo, nem mesmo com o seu Lions Clube. E muitas vezes, geralmente na maioria delas, esses outros compromissos são marcados de comum acordo, sem qualquer dificuldade de serem assumidos para outros dias e horários, desde que, para tanto, se lembrassem do seu Lions Clube.

É importante lembrar que um cidadão, quando convidado para ingressar em um Lions Clube o é justamente por ser uma pessoa realmente ocupada, de muitos compromissos, circunstâncias que a coloca na liderança da comunidade. É essa pessoa, homem ou mulher, que geralmente desempenha os trabalhos do Clube com pontualidade e correção, que arranja tempo para participar das reuniões e atividades.

Dalle Carnege diz em um dos seus livros - Querer é Poder - "que se se deseja que algo seja realizado entregue a tarefa a uma pessoa muito ocupada, pois ela encontrará tempo para realizá-la".

Os desocupados nunca têm tempo. E nós não devemos nos interessar pelos descompromissados, pois eles nunca encontram oportunidade para realizar algo.

A Comissão de Associados precisa realizar permanente e eficaz trabalho no sentido de orientar os Companheiros na escolha de novos associados, selecionando pessoas ocupadas, mas dispostas a servir, interessadas na sua comunidade, que demonstrem sentimento de solidariedade, que consigam organizar-se para evitar atropelos de agenda, muito comum entre os desocupados, por inabilidade.

A ausência do associado, além de mantê-lo fora da participação e de eventual decisão sobre os assuntos da pauta, pode repercutir como desconsideração ou desrespeito aos demais associados que, afinal, se sobrecarregam para desempenhar os misteres atribuídos ao grupo.

É lamentável que ainda encontramos Leões completamente indiferentes, alheios aos preceitos do Lions, comportando-se como meros expectadores das ocorrências do seu Clube. E não é exagero lembrar que muitos destes ainda se julgam em condições de criticar atos dos companheiros atuantes e do próprio clube!

A freqüência é tão significativa no Movimento Leonístico que a Diretoria Internacional instituiu um prêmio especial, de Freqüência 100%, para todos os Leões que freqüentaram o clube assiduamente durante o Ano Leonístico. O Leão assíduo, interessado, responsável, detentor desse prêmio de Freqüência 100% deve portar o distintivo correspondente com orgulho e deve ser imitado, pois é um exemplo dignificante a ser mostrado aos indiferentes, aos omissos, aos meros espectadores, aos simplesmente críticos, enfim, aos "ocupados".

A freqüência, o companheirismo e o serviço formam a trilogia do Movimento Leonístico. É a freqüência que nos dá força para vencer as dificuldades que possam aparecer em nosso Clube.

Mas não basta ser freqüente. É preciso ser também pontual. Apresentar-se na data, mas fora do horário não é suficiente e muitas vezes o atraso gera constrangimento tanto para o retardatário quanto para o autor, ou autores do convite, ou ainda, responsável pelo evento.

Para os Lions Clubes o atraso promove retardamento do início das reuniões e cria dificuldade para composição da mesa dirigente, em virtude da ordem de precedência no Protocolo Leonístico. Por outro lado, é muito desagradável o convidado chegar antes do autor ou dos autores do convite!

Segundo o pensador Célio Devenat: "pontualidade é manifestação de bom caráter".

Companheiros, a freqüência e a pontualidade nos tornarão mais unidos e, como conseqüência, mais fortes!


* CL Armando Benetollo
Assessor Distrital do Meio Ambiente
Presidente do LC SP Tremembé 2008/2009
E-mail: benetollo@terra.com.br
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".