O resgate

CL Luiz Carlos de Oliveira *
Há algum tempo venho refletindo sobre a questão de aumento ou evasão no quadro associativo do Lions de Piracicaba - Vila Rezende, desde que atuava como Diretor de Associados.

Em anos anteriores experimentou-se trazer os candidatos numa reunião de companheirismo, mas não deu muito resultado. Neste ano, por diversas oportunidades colocou-se em prática várias tentativas de alcançar o crescimento tão necessário e tão desejado por todos os companheiros.

Trouxemos novos candidatos para reuniões para que sentissem o alcance e profundidade com que os trabalhos para a comunidade são desenvolvidos. Em outras convidamos para comparecerem às festivas homenageando as Instituições Nacionais que prestam relevantes serviços à Pátria, tais como Bombeiros, Exército e Imprensa.

Todas foram maravilhosas demonstrações de organização e de como o Lions atua na sociedade.

Confesso que essas estratégias estão tendo um relativo sucesso mas gostaria de trazer para reflexão dos membros do Leonismo qual foi a sensação que um dos convidados a postular o quadro associativo expressou quando, numa conversa informal , abordou-se a possibilidade de ingressar no Leonismo.

Ele foi muito franco e isto me levou a refletir muito sobre o movimento do Leonismo, ou seja, para onde ele está se dirigindo, como tem sido o relacionamento entre seus membros. Nesse aspecto me expresso de uma maneira geral, sem me atear somente ao convívio do clube que sou afiliado.

Questões como:

Qual o interesse que levaria um cidadão a ingressar no Lions?

O que o Leonismo apresenta de atrativo para um pretenso candidato?

Se partirmos para o argumento de que o candidato terá a oportunidade de prestar serviços à comunidade, temos na contramão o fato de que já é bem ampla a rede de prestadora de serviços comunitários, ou seja, a "concorrência", nesse argumento, é muito forte e chega a suplantar o Leonismo, haja visto os trabalhos realizados por religiosos, ONGs etc.etc..

Afinal o que nos restou?

Foi aí que veio a luz o argumento mais simples e que foi a base da criação do Leonismo, o COMPANHEIRISMO.

Tenho a convicção que somente ele poderá fazer com que as pessoas convidadas se interessem pelo movimento. Já que, na busca de um candidato, há naturalmente uma seleção que avalia a boa índole, a adequada condição financeira e outros, não se pode esperar que ele fique conosco somente pela oportunidade de servir a comunidade. Isso ele encontra facilmente e sem ter despesa mensal.

A chance de permanecer aumenta muito se ele e/ou o casal sentir-se bem no ambiente, identificar-se com as pessoas porque sabe que conviverá num grupo que traduz seus anseios de "gozar a vida" fora do ambiente atribulado que muito provavelmente enfrenta no seu dia a dia para sobreviver.

Com certeza ele buscará aquele ambiente que pode relaxar, jogar conversa fora, não sofrer cobranças e principalmente em que seu par também se sinta integrado no convívio.

Por isso queridos amigos, vendo tudo que ocorreu no Leonismo, tenho a certeza de que devemos contribuir em nossas ações para RESGATAR aquela forma simples que certamente também nos trouxe a ele.

Falo do Companheirismo, da amizade, da compreensão, do relacionamento desarmado de interesses pessoais ou impositivos e outros que levam à Harmonia.

Nunca esquecendo que o formalismo das reuniões é necessário, mas devemos tomar cuidado para que ele não seja excessivo a ponto de suplantar o maior motivo a que nos trouxe ao movimento.

Algo me diz que tudo isto também contribui significativamente para evitar a evasão.

Deus que ilumine cada um de nosso grupo para fazermos a escolha certa a cada momento.

Sawabona (eu te respeito, eu te valorizo, tu és importante para mim) e...

Aquele abraço


CL Luiz Carlos de Oliveira * CL Luiz Carlos de Oliveira
Membro da Confraria Aplionsclubes - Apaixonados por Lions Clubes
Lions Clube de Piracicaba Vila Rezende - LC-3
E-mail: oliveira.luizcarlosde@gmail.com
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".