O desafio da mudança: destaques do programa internacional de 2007-2008

Lions Internacional acaba de publicar os destaques do Programa Internacional de 2007/2008 - Desafios de Mudanças
CL Luiz Carlos de Oliveira *
Challenge to Change Esse programa define as prioridades, projetos e planos para inspirar todos os clubes e sócios a agirem para alcançar O Desafio da Mudança.

O programa internacional de 2007-2008, O Desafio da Mudança, é um reflexo da mudança nas expectativas dos governadores de distritos. Isto poderia ser chamado de uma mudança de paradigma na forma de funcionamento de nossa organização. Em vez de conduzir os sócios Leões e clubes no distrito, atualmente espera-se que o governador seja humilde e sirva aos sócios, liderando com o seu exemplo e influência. O governador deverá capacitar outras pessoas a participarem ativamente da conquista das metas distritais. Isto irá possibilitar que os Leões trabalhem independentemente visando alcançar os objetivos do distrito e do programa internacional.

O filósofo chinês, Lao Tzu, definiu liderança com as seguintes palavras "Para liderar as pessoas, caminhe ao lado delas. Quanto aos melhores líderes, as pessoas não notam sua existência. Quando o trabalho de um grande líder está feito, as pessoas dizem, "Fizemos isto nós mesmos."

Os elementos centrais do programa internacional O Desafio da Mudança são:

  1. Desafio de redirecionar o Leonismo a fim de apresentar uma organização dinâmica e flexível através de um plano de aumento do quadro social focalizado em potenciais sócios de até 40 anos de idade e mulheres. O programa desafia os presidentes e vice-presidentes de clubes a desenvolverem um plano estratégico de 4 anos para o aumento do quadro-social.
  2. Desafio de crescimento do quadro social em mais 20.000 sócios de qualidade, com metas-alvos específicas para cada área geográfica. Uma Equipe 20 Mil irá facilitar o desenvolvimento de planos de aumento de sócios, proporcionar apoio e acompanhar o progresso.
  3. Desafio para capacitar novos líderes utilizando técnicas modernas, conduzindo institutos de liderança inovadores e aumentando a participação no e-learning.
  4. Desafio de extensão de 1.250 clubes que irão revigorar a organização, trazendo sócios mais jovens com menos de 40 anos e sócias mulheres.
  5. Desafio para melhorar os recursos de LCIF aumentando o número de Companheiros de Melvin Jones para 400.000.
  6. Desafio para arrecadar fundos para a Campanha Sight First II e alcançar a meta de US$200 milhões.
  7. Desafio para reavivarmos e desenvolvermos o movimento Leo ao seu potencial máximo.
  8. Desafio para expandir o Programa Lions Quest a 50 países.
  9. Desafio para reestruturarmos os esforços de relações públicas mundialmente e promover a revitalização da marca e imagem do Leonismo. Os clubes poderão contribuir conduzindo projetos especiais baseados nas necessidades locais. Os objetivos do Leonismo deverão ser amplamente conhecidos em âmbito global através de iniciativas efetivas para desenvolver programas de relações públicas.
O Desafio da Mudança, um programa visionário e ambicioso, estabelece rumo para clubes e distritos de todas as partes do mundo. Além dos elementos centrais do programa, os clubes e distritos poderão trabalhar nas metas opcionais a seguir descritas, as quais fazem parte do Programa Pacto Global das Nações Unidas para conquistar os objetivos de desenvolvimento do Milênio.

Proporção das pessoas cuja renda seja inferior a US$1 por dia.

Alcançar escolaridade primária universal, assegurando que até 2015 as crianças de todos os lugares, meninos e meninas igualmente possam concluir o curso primário. Promover igualdade entre os sexos e empoderar as mulheres Reduzir a mortalidade infantil diminuindo em dois terços até 2015, o percentual de mortalidade de crianças com menos de 5 anos de idade Melhorar a saúde materna reduzindo a mortalidade em três quartos entre os anos 1990 e 2015 Combate a HIV/AIDS diminuindo a transmissão da doença, estancando o alastramento de HIV/AIDS até 2015 Assegurar sustentabilidade ambiental, integrando os princípios de desenvolvimento sustentável nas leis e programas dos países, revertendo as perdas de recursos ecológicos.

CL Luiz Carlos de Oliveira * CL Luiz Carlos de Oliveira
Assessor de Comunicação do Aplionsclubes
Lions Clube de Piracicaba Vila Rezende - LC-3
E-mail: oliveira.luizcarlosde@gmail.com
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".