Projeto "O Pequeno Nazareno" - Pernambuco

CL Paulo Fernando Silvestre *
"Toda criança tem direito à vida, à saúde, à liberdade, ao respeito,
à dignidade, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, à convivência
familiar e comunitária, à profissionalização e à proteção no trabalho."
(Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA)

O Pequeno Nazareno oferece esses direitos às crianças que estão
em situação de moradia nas ruas e ajuda a abolir esta tragédia nacional

 
Quadra esportiva - capoeira Amigos do Projeto O Pequeno Nazareno - APN é uma associação civil, de direito privado, sem fins lucrativos e econômicos, que tem como objetivo primordial promover toda forma de apoio na manutenção, acolhimento, desenvolvimento, formação, aperfeiçoamento dos meninos retirados das ruas e acolhidos pelo Projeto O Pequeno Nazareno - Pernambuco, da Associação Beneficente O Pequeno Nazareno www.amigospequenonazareno.org.br.

A Associação Beneficente O Pequeno Nazareno foi criada, em 1994, na cidade de Fortaleza (CE), com o propósito de estimular crianças e adolescentes em situação de moradia nas ruas a saírem das ruas, acolhendo-as, por intermédio dos Conselhos Tutelares, em um espaço sócio-educativo chamado Sítio O Pequeno Nazareno.

Quadra esportiva - futebol de salão Em 2001, com decisivo apoio da Fundação Lions Clubes Internacional - LCIF e dos Lions Clubes do Recife, iniciou-se a instalação de uma unidade em Pernambuco, que foi inaugurada em abril de 2003.

Clubes de Lions que participam do Projeto

O projeto recebeu o apoio financeiro de nove Lions Clubes de Recife: Lions Clube do Recife Afogados, Boa Viagem, Boa Vista, Casa Amarela, Caxangá, Graças, Guararapes, Parnamirim e Setúbal.

Apesar de não terem sido parceiros no projeto, outros Lions Clubes de Recife contribuem participando das promoções para o Pequeno Nazareno, ou mesmo, fazendo doações diretas ao projeto.

O Projeto O Pequeno Nazareno - Pernambuco acolhe meninos, com até 12 anos de idade, que vivem em situação de moradia nas ruas da cidade do Recife e Região Metropolitana. O restabelecimento da convivência familiar e comunitária é o foco central do trabalho desenvolvido. As Crianças são encaminhadas para o Centro Educacional O Pequeno Nazareno, onde recebem educação integral, visando a sua reinserção no Convívio Social.

Centro Educacional O Pequeno Nazareno

Vista de uma das residências Localizado em um sítio com 50 ha., no Distrito de Vila Velha, Ilha de Itamaracá (PE), o Centro Educacional O Pequeno Nazareno é um espaço onde as crianças e adolescentes têm oportunidade de construir uma nova identidade fora do ambiente violento e desumano da rua, livres das drogas, da mendicância e do analfabetismo.

No local, eles participam de um processo educativo que inclui: residência, alimentação, escola formal, reforço escolar, atividades esportivas, artísticas e recreativas, assistência psicológica, orientação moral, ética e religiosa, e uma atenção toda especial. O processo educativo é finalizado com a reintegração familiar ou a profissionalização dos Jovens.

Atualmente o Centro Educacional acolhe trinta e oito garotos.

A escola O Pequeno Nazareno está instalada dentro do projeto e reconhecida pela Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco, atende até a 4ª série do Ensino Fundamental.

A partir da 5ª série, os garotos passam a estudar fora do sítio, em colégios do município ou do estado. Alguns são destaques na escola onde estudam.

A estrutura funcional do Centro Educacional conta com mães/pais sociais, professoras, instrutores de oficinas, coordenadores, cozinheira, psicóloga e uma equipe de voluntários.

No Centro Educacional, as crianças e adolescentes recebem visita de seus familiares e participam das comemorações de datas festivas - São João, Natal, Dia das Mães, Dia da Criança e outras. Periodicamente, são promovidos encontros esportivos com a participação de equipes oriundas das comunidades vizinhas ao sítio e de outras localidades. Os Jovens participam, também, de diversos eventos fora do sítio.

Nas férias escolares - julho e dezembro, os garotos são levados à residência de suas famílias de origem, para passar alguns dias, iniciando e fortalecendo, assim, o reatamento dos laços familiares.

O Projeto desenvolve um trabalho com as famílias dos meninos acolhidos, através da equipe de Assistentes Sociais. Objetiva oferecer condições para que a família possa receber de volta o menino que foi resgatado da vida na rua. É a parte mais difícil do projeto, pela total desestruturação das famílias.

Por um ano os garotos que retornaram às famílias são acompanhados. Quase que mensalmente é feita uma visita, avaliando sua vida na comunidade, família e na escola.

Atuação

Placa em reconhecimento a LCIF Com abordagem sócio-educativa e prestando primeiros socorros, quando necessários, o educador Social do Projeto O Pequeno Nazareno inicia os contatos com a criança, estimulando-a a deixar a rua. O encaminhamento ao Centro Educacional se faz através do Conselho Tutelar. Logo em seguida, busca-se localizar a família e comunicá-la.

Acolhemos, também, tendo disponibilidade de vagas, crianças encaminhadas pela Vara da Infância e Juventude, pela Promotoria de Justiça e pelo Conselho Tutelar.

Quando a criança e/ou adolescente não se enquadra no perfil do Pequeno Nazareno, providências são tomadas para o seu encaminhamento a outras organizações.

Freqüentemente, são mantidos entendimentos com os familiares das crianças acolhidas no Centro Educacional O Pequeno Nazareno, sensibilizando-os a visitarem o menino no sítio.

Programas oferecidos pelo projeto:

Placa com logomarca do projeto e do Lions "Sempre evito fazer comentários pessoais sobre o projeto. Prefiro descrever como funciona. Os meus sentimentos e o orgulho que sinto em nada são úteis para o crescimento do trabalho. O certo é que tenho tomado muitas lições de vida. Conhecer o sofrimento destas pequenas criaturas que desde muito cedo experimentam o lado mais cruel da vida, exige muita reflexão. Há momentos que acho que eles (meninos que vivem na rua) têm todo direito de externar seus descontentamentos com a sociedade que se diz corretos. É lamentável que poucos, muito poucos, queiram enxergar o problema desses garotos. Os poderes constituídos parecem míopes para o problema. O pequeno número de meninos e meninas que vivem em extremo risco nas ruas das grandes cidades, a meu ver, é gigante perante o pouco que é feito pelo governo e pela sociedade, de modo geral. O Pequeno Nazareno se propõe dar vida a estes garotos.", enfatiza o PDG Edward Lago de Macedo, atual presidente e um dos fundadores da entidade.

Para doações

As doações financeiras podem ser feitas através de depósito na conta nº 35.000-1, agência 1833-3, Banco do Brasil, em nome da Amigos do Projeto O Pequeno Nazareno, CNPJ 07.752.970/0001-92.

Para ser um colaborador permanente enviar para a Amigos do Pequeno Nazareno - Rua da Aurora, 325, sala 915, Boa Vista, 50050-000 Recife (PE) ou para o e-mail amigos@amigospequenonazareno.org.br os seguintes dados: nome completo - endereço completo - CNPJ ou CPF - e-mail - valor da contribuição - periodicidade - dia do vencimento. Sendo cliente do Banco do Brasil e queira autorizar o débito automático informar: agência e conta corrente, informando que autoriza o débito em sua conta.

Para outra forma de doação manter contato através do endereço ou e-mail acima, ou pelo telefone (81) 3423.6255.

É assegurado que 100% de sua contribuição será destinada aos trabalhos com as crianças

O conteúdo deste texto, parte foi compilado do site (www.amigospequenonazareno.org.br) do "Projeto O Pequeno Nazareno" - Pernambuco, da Associação Beneficente O Pequeno Nazareno e parte foi fornecido pelo PDG Edward Lago de Macedo.


CL Paulo Fernando Silvestre * CL Paulo Fernando Silvestre
Editor do site Instruções Leonísticas
Membro da Escola de Preparação de Líderes do Distrito LC-2
Assessor de Instruções Leonísticas do APLIONS
Associado do Lions de São Paulo - Ipiranga - DLC-2
E-mail: paulo@instrucoesleonisticas.jor.br
Não deixe de ler também...
O pequeno Júlio Macarini Pacheco, no momento em que recebe o título de Companheiro de Melvin Jones

Bebê é o mais jovem companheiro de Melvin Jones do mundo

Júlio Macarini Pacheco, com apenas três meses de idade, tornou-se o mais jovem Companheiro de Melvin Jones do mundo! A ideia foi do novo Presidente do Lions Clube Novo Hamburgo - Terceiro Milênio, CL Vilnei Edmundo Lenz, que assumiu a presidência na época do nascimento do bebê, coincidentemente filho de seu antecessor no cargo, Jardel da Mota Pacheco.

 
 
 
 
Clique para voltar à primeira página

Choose other language
Escoja otro idioma
Click the UK flag for a message in English   Haga click en la bandera de España para un mensaje en español

Logotipo I Believe, do Presidente Internacional

Instruções Leonísticas
Clique para voltar à primeira página
Conteúdo relacionado:
Digite abaixo o que procura no site Instruções Leonísticas:
 

Participe do site Instruções
Leonísticas: envie artigos, notícias, links ou eventos.
Clique aqui e veja como.


Sites em destaque:

Leia a coletânea Instruções Leonísticas Motivacionais Logotipo Rosane de las Américas
Visite o site da
Dir. Internacional Biênio 2008/2010 Rosane Vailatti


Visite a Fundação Lions Internacional

Visite o site da AGDL e tome conhecimento de todas as notícias e assuntos atinentes à associação
Associação dos Governadores dos Dist. Múltiplos L
Conheça o Clube Filatélico do Lions Internacional que congrega filatelistas associados dos Lions Clubes em todo o mundo
LISC: Lions International Stamp Club

Leia aqui artigos sobre jornalismo, educação, tecnologia e as combinações disso tudo
A Apple deveria tirar seus advogados de cena e deixar seus engenheiros liderarem a disputa com a concorrência. Ainda mais se pensarmos que a mesma Apple já foi uma "pirata".